Mitos da Proclamação da República



Tela:Proclamação da República, Benedito Calixto (1893)

Pouco se é divulgado sobre a verdadeira história que envolve a proclamação da república no Brasil, além de que no desenrolar da nossa história muito míticos foram inventados infantilmente para manchar e até mesmo fazer com que o povo tome desprezo pela monarquia brasileira. A verdade é que nas escolas e em grandes discursos de ícones da nossa política foi propagada uma ideia avessa aos verdadeiros motivos da proclamação da nossa república.

1ª A república não era a favor da abolição; Desde a independência do Brasil se discutia a abolição dos escravos e não só isso, todos os Imperadores do Brasil eram estritamente contra a escravidão, porém uma forte pressão da parte das oligarquias cafeicultoras era contra essa decisão e se a abolição fosse proclamada junto com a Independência, a monarquia seria juntamente extinguida por forças oligárquicas. Ao contrário disso, nada se falava da parte dos partidos republicanos sobre a abolição, na verdade a Lei Aurea (lei que declara todos os escravos livres no Brasil) foi o “trunfo” usado pelos militares para conseguir o apoio dos “Coronéis do Café” e derrubar o sistema monárquico.

2ª A proclamação da república não foi uma manifestação do povo; não, definitivamente não, no dia 15 de novembro quando um pelotão comandado pelo então Marechal Deodoro da Fonseca (futuro 1ª presidente do Brasil) se deslocava pelo centro do Rio de Janeiro até o Palácio Imperial da Quinta da Boa Vista, para entregar a carta de exílio à Família Imperial, foram exclamado ao povo vivas à repúblicas, mas sem saber de nada que ocorria  a população da então capital do Brasil assistia a tudo aquilo como uma parada militar.
3ª A proclamação foi um golpe de estado; ao contrário do que aconteceu na França, Estados Unidos e outras nações do mundo, a queda da monarquia no Brasil não significou liberdade e muito menos teve o apoio da população; O Brasil de 1889 era uma nação economicamente estável e com uma liberdade de expressão que espantava até os mais liberais, o povo brasileiro daquela época tinha o Imperador D.Pedro II como o Pai da Pátria e era querido por todos os cantos do Brasil, talvez esse tenha sido o principal motivo para que Marechal Deodoro quisesse que a família imperial saísse para o exílio na calada da noite sem a presença do povo, além de tentar esconder alguns anos depois a morte de D.Pedro II. Também não podemos esquecer de que a inflação subiu monstruosamente nas primeiras décadas da república (e é um empecilho ainda nos dias de hoje) sem contar que o salário do Presidente era muito mais alto do que o imperador e a liberdade de expressão era muito mais baixa que na monarquia.

No fim das contas; A proclamação da república no Brasil serviu para alimentar o ego dos intelectuais que estavam embebecidos com as ideias e ideais dos acontecimentos políticos do século XIX, e para acalmar os ânimos dos militares que tinha cada vez menos espaço no meio político, mas em nada favoreceu no crescimento do Brasil além de impedir a reforma agrária que a princesa Isabel proporia ao primeiro ministro após a abolição da escravatura. Hoje podemos gozar de uma relativa liberdade de opinião e de uma economia prospera, mas para chegar a esse resultado perdemos décadas e décadas em opressão e retrocesso, diante de todos esses fatos que o governo ainda hoje faz questão de excluir das salas de aula eu me pergunto como seria se não houvesse a proclamação da república? Seriamos mais prósperos? Menos? A qualidade de vida seria melhor ou pior? É claro que não temos como quantificar tudo isso, mas antes de sairmos por aí arrotando opiniões incertas e ignorantes a respeito do nosso país, deveríamos olhar um pouco para trás para saber por que somos assim e como podemos melhorar, é mais prudente andar devagar de que dar um passo para trás.

Charge proclamação da república: "Acho que inventei um feriadão"

.:Yuri Marques

8 comentários:

  1. eu acho que foi André Rebouças que disse: A "república" foi um golpe na abolição da escravatura.

    ResponderExcluir
  2. Poderia sim ser o Engº André Rebouças, mais pra falar a verdade não sei te dizer. O certo que a proclamação da república não foi só um golpe a abolição, mais sim em todo o sistema de desenvolvimento no qual se encontrava o Brasil (se encontra ainda).

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Eu que agradeço Rita, espero o Verdades Monárquicas possa somar nas suas pesquisas.

      Excluir
  4. Pra corrigir: na França não houve liberdade,leiam o livro: (Livro negro da Revolução francesa) a desgraça começou aqui nessa
    maldita revolução forjada!

    ResponderExcluir
  5. E na Republica dos EUA um índio escreveu uma carta ao Presidente contando a crueldade e abusos contra os indígenas e foi
    ignorado completamente.

    ResponderExcluir
  6. #MONARQUIACONSTITUCIONALPARLAMENTARISTA
    #PELOPLESBICITO
    #ACORDABRASIL

    ResponderExcluir

V.P

V.P
Junte se a nós!

J.M

J.M
Junte se a nós!

C.M.B

C.M.B
Junte se a nós!